Tudo sobre o Fies 2016

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) é muito importante atualmente, isso porque através dele muitos jovens de todo o Brasil conseguem ter acesso a ensino de qualidade nas melhores universidades do país. Recentemente o MEC (Ministério da Educação) divulgou algumas novas regras que serão aplicadas no fies 2016. Confira agora tudo o que você precisa saber para se inscrever no fies 2016.

Uma das principais mudanças em relação ao Fies 2016 é que agora para participar dos candidatos devem fazer a prova do Enem. Isso vale também para os professores de escolas públicas e os estudantes que terminaram o ensino médio até 2010. Dessa forma o Fies 2016 só será disponibilizado aos alunos que tenham feito a prova do Enem 2015 e que tirem uma nota mínima de 450 pontos em todos os temas do exame, além de não zerar na redação. Outra mudança para o Fies 2016 é que a partir de agora os candidatos que possuem bolsas de estudo parciais do Prouni não poderão mais usar o Fies para financiar os outros 50%. Em 2016 o candidato deverá escolher qual benefício vai usar.

Fies – como funciona?

O jovem que consegue o financiamento deverá pagar o valor de R$50,00 a cada três meses. Após o término do curso esse valor continuará a ser cobrado por mais 18 meses, depois disso o valor do financiamento será dividido em várias vezes, assim o aluno tem tempo de começar a trabalhar para depois começar a pagar a faculdade.

Fies – vagas e cursos

Atualmente aproximadamente 1,85 milhões de jovens fazem parte do Fies. A expectativa é que esse número aumente cada vez mais. Com as novas regras o acesso será um pouco mais restrito, porém é interessante que agora o aluno deve estudar e se sair bem no Enem para conseguir o financiamento. Só no segundo semestre de 2015 foram abertas mais 61,5 mil novos contratos, chegando a um total de 314 mil estudantes só no ano de 2015. Os cursos para formação de professores, áreas de saúde e engenharia tem prioridade, mas é importante dizer que todos os cursos podem ser financiados pelo Fies, desde que a universidade seja parceira do programa.

Fies 2016 – Como se inscrever?

As inscrições para o Fies 2016 serão feitas através do portal http://sisfiesportal.mec.gov.br/. Para se inscrever é necessário fazer um cadastro, informando CPF, data de nascimento, endereço de e-mail válido e também uma senha para acessar o SisFies Aluno. Ainda não foram divulgadas as datas para o Fies inscrições 2016. Lembre-se de estudar bastante e tirar uma boa nota no Enem 2015. Não deixe essa ótima oportunidade escapar.

Fonte: www.vestibulares.br/FinanciamentoFIES?

 

Matéria sobre o FIES no G1

Neste semestre, o Fies oferece 250.279 vagas de financiamento em 1.337 instituições de educação superior. Cursos como engenharias, formação de professores e áreas de saúde têm a prioridade das vagas. O benefício também prioriza cursos com melhores índices de qualidade, com conceitos 4 e 5. O Fies é uma das três principais iniciativas do governo federal na gestão do ensino superior. Enquanto o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) seleciona para vagas em universidades públicas e o Prouni (Programa Universidade para Todos) concede bolsas em instituições particulares, o Fies oferece contratos de financiamento com foco em alunos de baixa renda.

Novas Regras

Somente pode se inscrever para concorrer a um contrato do Fies o estudante que fez o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir da edição de 2010 e obteve média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos, além de nota na redação diferente de zero. A partir de agora, os candidatos serão classificados de acordo com a nota do Enem. Em caso de empate, o critério será a maior nota na redação, seguida pelas maiores notas nas provas de linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas. Além disso, é critério possuir renda familiar mensal bruta per capita de até dois salários mínimos e meio. Não pode participar do programa quem já tem um diploma de ensino superior.

Fonte: www.g1.globo.com/educação